Você está aqui: Página Inicial > Sobre

Você sabe o que é o Cadastro Nacional de Especialistas?

Previsto na Lei do Mais Médicos e criado por meio de decreto em setembro de 2015, o Cadastro Nacional de Especialistas é um importante instrumento unificar e dar mais transparência às informações sobre onde estão e atuam os médicos, incluindo sua formação e especialidade.

Com essa ferramenta, os Ministérios da Saúde e da Educação terão mais subsídios para planejar políticas públicas que atendam às necessidades de cada região do país, tais como a expansão de serviços de saúde de atenção especializada e a ampliação de programas de residência médica, incentivando a formação de profissionais menos disponíveis, como pediatras, geriatras, oftalmologistas e ortopedistas, necessários para a atenção à saúde da população.


Todas as informações em um mesmo lugar

Para padronizar as informações sobre os especialistas, o Cadastro unificará as bases de dados de diversos órgãos e entidades, preservando as devidas prerrogativas institucionais com total transparência. O cruzamento dessas informações resultará em uma base de dados confiável e atualizada. Para tanto, o Cadastro será organizado como uma plataforma virtual, protegida pelos mais altos requisitos de segurança. Com isso, cidadãos, pesquisadores, gestores e os próprios médicos poderão usufruir do serviço.

O Cadastro unificará informações das seguintes bases de dados:

  1. - Para especialidade médica: informações do Conselho Federal de Medicina (CFM)
  2. - Para titulação de especialista: informações da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), do Ministério da Educação e Associação Médica Brasileira (AMB);
  3. - Para local de atuação: informações do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), do Ministério da Saúde e dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS);
  4. - Para formação: informações do Ministério da Educação e Instituições de Ensino Superior


Benefícios para todos

A unificação e transparência das informações sobre especialistas traz benefícios diversos para toda a sociedade. Veja alguns exemplos:

Para o cidadão

  1. - Mais transparência sobre onde estão e atuam os médicos, incluindo sua formação e especialidade;
  2. - Mais informação e segurança para cuidar da sua saúde;

Para os médicos

  1. - Acesso e possibilidade de correção das informações profissionais registradas em diversos sistemas de informação;
  2. - Identificação das áreas com maior necessidade de médicos em sua especialidade;

Para as entidades médicas

  1. - Maior consistência e amplitude das bases de dados;
  2. - Reforço da importância e necessidade de registro da informação conforme normatizações da profissão;
  3. - Identificar regiões com a necessidade de formação de médicos especialistas com objetivo de atender às necessidades da população e diminuir desigualdades regionais;

Para os gestores do SUS

  1. - Base de informação consistente para o planejamento e ampliação dos serviços especializados.
  2. - Suporte ao planejamento da expansão de serviços do SUS;
  3. - Orientação da expansão da residência médica para formação de especialistas para o sistema de saúde;
  4. - Investimento em pós-graduações lato e stricto sensu para médicos visando a melhoria da formação de docentes e preceptores para as escolas de medicina e residência médica;


Ainda tem dúvidas sobre o Cadastro? Clique aqui e acesse mais informações.